A beleza de Piódão, a ‘aldeia presépio’ de Portugal

 

O acesso a Piódão é por uma estradinha sinuosa, mas a beleza da aldeia vale a pena. Foto: Aldeias históricas de Portugal/Divulgação

Piódão surge quase como um toque de mágica no final de uma estradinha sinuosa. As casas de xisto, com suas portas e janelas pintadas de azul, ocupam as encostas da Serra do Açôr, no centro de Portugal. No meio da vila, o branco da Igreja Matriz se destaca, criando uma composição única e inesquecível. 

Escondidinha na Serra – antes o acesso era só a cavalo ou a pé -, Piódão revela a história de um Portugal quase esquecido. Com muitas nascentes, a região atraiu os primeiros moradores, que fundaram o povoado Casas Piódam. No século 13, talvez pela construção de um mosteiro do qual não há mais vestígio, o povoado foi transferido para a atual localização. Ao longo dos tempos a aldeia dedicou-se às atividades agrícolas e pastoris e hoje, com pouco mais de 60 moradores, começa a ser descoberta pelo turismo.

Piódão faz parte da rota Aldeias Históricas de Portugal. Suas casas ocupam socalcos, numa disposição em anfiteatro. São construídas com pedra de xisto, que também cobrem os telhados das habitações. A maioria das portas e janelas são pintadas de azul e até hoje não se sabe ao certo porque a cor foi adotada pelos moradores, mas atribui-se ao isolamento da aldeia e a chegada de uma lata de tinta azul.

Em 1980 foi considerada a aldeia mais típica de Portugal e é conhecida como ‘Aldeia Presépio’ por conta da luz artificial à noite e da disposição das casas. A aldeia é classificada como “Imóvel de Interesse Público”.

 

O que fazer

A cidade pode ser visitada em poucas horas. Aqui a ordem é a contemplação, a oportunidade de ver uma arquitetura singular, que mostra o quanto o homem é capaz de se adaptar aos locais mais inóspitos.

Andar pelas estreitas e sinuosas ruelas da aldeia é uma experiência única. Você vai se encantando com as construções totalmente de xisto, o colorido das portas e janelas e os vasos floridos em frente às casas.

Na cidade há três igrejinhas (a Matriz, a Capela de São Pedro e Capela das Almas) e uma feirinha de produtos típicos que vende mel, licor e queijos.

O branco da Igreja Matriz em contraste com as construções de xisto. Fotos: Amazonas e Mais.

O azul das portas e janelas.

Restaurante O Fontinha oferece pratos regionais.

A iluminação noturna que originou a denominação ‘aldeia presépio”. Foto: Aldeias históricas de Portugal/Divulgação

No alto, o Hotel Inatel Piódão, um quatro estrelas próximo à aldeia.

 

Onde comer

É possível experimentar a comida típica da região no restaurante O Fontinha, aberto desde 1989. Entre as iguarias, a Chanfana Assada no forno a lenha, bucho de porco recheado, cabrito assado e trutas grelhadas.

 

Onde ficar

As três opções de hospedagem de Piódão:

Casa da Padaria

Casa de Xisto

Hotel Inatel Piódão

 

Como chegar

Piódão fica a 298 km de Lisboa, 200km de Porto, 94km de Coimbra e 46km da Serra da Estrela (Torre). O acesso é somente com carro. A estrada vai circundando serras e é bem sinuosa e estreita.

 

Veja mais fotos de Piódão:

 

Piódão, a 'aldeia presépio' de Portugal

Piódão, no centro de Portugal. Fotos: Amazonas e Mais

Foto: Aldeias históricas de Portugal/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *