02/07/2020

De Salta a Jujuy, roteiro pelas montanhas coloridas da Argentina

Roteiro de Salta a Jujuy, na Argentina

Na província de Jujuy, as montanhas multicoloridas da Quebrada de Humahuaca. Fotos: Amazonas e Mais.

O que mais impressiona numa viagem às províncias de Salta e Jujuy (pronuncia-se rrurrui), no noroeste da Argentina, é a paisagem. O cenário é formado por montanhas multicoloridas, amplas planícies, cactos gigantes. Os vilarejos são pequenos, muitos com casas de adobe e ruas sem asfalto. É uma Argentina com uma beleza exótica, perfeita para espíritos aventureiros.

A região pode ser visitada o ano todo. A temperatura fica entre 20º C e 30º C no verão, primavera e outono. Durante o dia faz muito calor, mas as noites são agradáveis. No inverno a média é 11º C. Chove pouco na região.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Booking.com

Ao longo do percurso fica a Quebrada de Humahuaca, um vale por onde passa o rio Grande cercado por montanhas multicoloridas em forma de leque. Rota comercial e social do povo inca, foi classificada como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade pela Unesco desde 2003. Tem 155km de extensão e abriga vilarejos típicos do noroeste argentino. A região faz fronteira com o norte do Chile (Deserto de Atacama) e sul da Bolívia.

 

Roteiro de carro

O roteiro que sugerimos foi feito de carro (a estrada é asfaltada e está em boas condições) e começa em Salta, conhecida como ‘La Linda’. Como o próprio nome indica, você não vai se decepcionar. A cidade tem estilo colonial, belos monumentos, com destaque para a Catedral de Salta e a Igreja de São Francisco, e museus interessantes como o imperdível Museu do Homem da Montanha.

Em Salta, aproveite e faça a viagem do Tren a las Nubes (trem para as nuvens), um trem de passageiros que faz um percurso de mais de 200km, ziguezagueando por entre montanhas coloridas, pontes e túneis. O ponto alto da viagem é o Viaducto La Polvorilla, com 224m de comprimento, 64m de altura e a 4.200 metros de altitude. As excursões ônibus+trem+ônibus podem ser contratadas em Salta. Também é possível ir de carro até San Antonio de los Cobres, de onde parte o trem.

Aproveite e fique pelo menos dois dias em Salta para ir se adaptando à altitude. Não faça muito esforço físico e evite alimentos muito condimentados. Tome chá de coca ou mastigue a folha para evitar o mal de altitude, também conhecido como soroche, que se manifesta com enjoos, dor de cabeça e problemas intestinais.

Adaptado à altitude, é hora de pegar a estrada com destino à província de Jujuy para descobrir todo o exotismo dessa região. O percurso de carro leva um pouco mais de 2h30 de viagem.

Roteiro de Salta a Jujuy, na Argentina

As tonalidades diversas das montanhas estariam relacionadas a períodos geológicos diferentes.

Paleta del Pintor, em Maimará, Jujuy

La Paleta del Pintor, em Maimará.

Purmamarca, na província de Jujuy, na Argentina

Cerro de Los Siete Colores em Purmamarca.

Purmamarca, na província de Jujuy, na Argentina

O colorido artesanato de Purmamarca vendido na praça principal do vilarejo.

 

Purmamarca

A primeira parada é Purmamarca, pequeno povoado de casas de adobe e ruas de terra que tem uma atmosfera única. A atração principal é o Cerro de Los Siete Colores, um morro multicolorido próximo à vila que teria se originado há 75 milhões de anos. As tonalidades diversas estariam relacionadas a períodos geológicos diferentes.

Já o Paseo de los Colorados, nos arredores, é uma trilha de 3 a 4km que percorre montanhas de diversas cores.

Apesar da aparência de vilarejo perdido no tempo, Purmamarca tem hotéis confortáveis, muito artesanato e restaurantes que oferecem comidas regionais. Aproveite para saborear as empanadas e a carne de lhama.

A partir do vilarejo é possível fazer passeios interessantes. Um deles é a visita as Salinas Grandes, o terceiro maior deserto de sal da América do Sul. É conhecida como mini Uyuni (em referência ao grande salar da Bolívia). A melhor época para conhecer as Salinas é entre novembro e dezembro, quando se formam as poças de água que refletem as nuvens.

 

Maimará

Entre Purmamarca e Tilcara fica um pequeno vilarejo que merece uma visita só para apreciar as montanhas coloridas que o cercam. São conhecidas como La Paleta del Pintor.

 

Tilcara

A um pulo de Purmamarca – meia hora de carro – fica Tilcara, um povoado histórico que merece entrar no roteiro pela região. A cidade é famosa por suas montanhas coloridas e cultura indígena. Você pode fazer bate-volta a partir de Purmamarca ou fazer a cidade de base.

Tilcara está a 2465 metros acima do nível do mar, por isso cuidado com o soroche.

Aqui o destaque é o Pucará de Tilcara, um sítio arqueológico com ruínas e cactos gigantes. O local mais polêmico é a pirâmide, construída em 1935 no alto do morro em homenagem aos arqueólogos que trabalharam no sítio arqueológico. Para muitos, a ‘homenagem’ destruiu locais originais do povoado. No alto da colina você irá ter uma bela vista da região ao redor e do Rio Grande.

Bem na entrada do Pucará fica o Jardim Botânico de Altura, com belos exemplares de cactos gigantes. Outra atração, que fica a cerca de quatro quilômetros do centro da vila, é a cachoeira conhecida como Garganta del Diablo.

Se ficar hospedado nem Tilcara, aproveite para visitar uma Peña, um tipo de bar com música ao vivo típica dos Andes.

Tílcara, na província de Jujuy, na Argentina

Igreja colonial em Tilcara.

Pucará de Tilcara.

Os cactos gigantes do Jardim Botânico de Altura.

Pucará de Tílcara, em Jujuy, na Argentina

A polêmica pirâmide no Pucará de Tilcara.

A vegetação típica da região no Pucará de Tilcara.

 

Humahuaca

Se você tiver mais tempo, siga adiante até Humahuaca, cidade histórica e importante centro comercial nos séculos XVII e XVIII, com ruas de paralelepípedos e casas de adobe. Perto da cidade fica a Serranía de Hornocal, conhecida popularmente como Cerro Catorce Colores, uma impressionante montanha feita por camadas e camadas multicoloridas. Fica localizada a 4.761m acima do nível do mar. Infelizmente, não conseguimos incluir o vilarejo no nosso roteiro.

 

Roteiro combinado com Salta

Você pode combinar esse roteiro por Jujuy com uma visita a Cafayate, pequeno vilarejo da província de Salta, famoso por suas vinícolas e vinhos de altitude. Saindo de Jujuy de carro a viagem leva mais de cinco horas. Pra não ficar tão cansativo, pode parar em Salta e no dia seguinte seguir viagem. Veja aqui o roteiro completo Salta/Cafayate, que oferece paisagens deslumbrantes como a Quebrada de Las Conchas, o Parque Nacional de los Cardones e Quebrada de Las Flechas.

A bela Catedral de Salta.

A Quebrada de Las Conchas, também conhecida como Quebrada de Cafayate.

 

 

Como chegar

Você pode chegar na região por dois aeroportos: o Aeroporto Gobernador Horacio Guzmán, em Jujuy, que está a 90km de Purmamarca, e o de Martín Miguel de Guemes, em Salta, a cerca de 190km. Os voos para Salta e Jujuy são operados pela Latam e Aerolíneas Argentinas. A partir de Buenos Aires há voos saindo do Aeroporto Internacional Ministro Pistarini (Ezeiza) e outros do Aeroparque Jorge Newbery. Quem pernoitar em Buenos Aires a melhor opção é o Aeroparque, por ser mais central.

 

Onde ficar em Purmamarca:

Casa de Adobe – A Casa de Adobe Hotel Spa oferece piscina ao ar livre, spa e centro de bem-estar, bem como quartos e casas de temporada.

Posta de Purmamarca – Fica a apenas 4 quarteirões da praça principal, com acesso direto ao bairro histórico e muitas atrações turísticas

Pumahuasi Hostal Boutique – Casa de estilo colonial com vista para as colinas.

 

Onde ficar em Tílcara:

Posada de Luz – Situado em um edifício tradicional, feito de madeira, pedra e adobe, o Posada de Luz possui jardim amplo com uma piscina.

Las Terrazas Hotel Boutique – Este hotel boutique está situado em uma colina em Tílcara e oferece vista do vale, além de acomodações com varanda privativa, piscina ao ar livre aquecida e Wi-Fi gratuito.

 

Veja mais fotos:

 

Província de Jujuy, na Argentina

Cerro de Siete Colores, em Purmamarca, em Jujuy

 

 

 

 

 

 

Leia também:

 

Vai viajar?

Reserve seu hotel agora no booking.com. Em alguns casos, a sua reserva pode ser cancelável (Confira as regras) - CLIQUE AQUI

Aluguel de carros no Brasil e no exterior - CLIQUE AQUI

Passagens aéreas e pacotes para sua viagem - CLIQUE AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com