06/06/2020

Argentina: Conheça Cafayate e o mundo dos vinhos de altitude

Piatelli Wineyards, em Cafayate. Foto: Divulgação

Famosa pelos malbecs de Mendoza, a Argentina começa a atrair os olhares, ou melhor, os paladares dos apreciadores de vinhos para outra região. A província de Salta, nos Valles Calchaquíes, no noroeste de Buenos Aires, está se transformando na nova queridinha dos enófilos por causa dos vinhos de altitude. É claro, acompanhando essa indústria que movimenta a economia local vem a infraestrutura turística, que começa a crescer e se consolidar.

A região já tem tradição e reputação no mundo da viticultura. É conhecida por ter os vinhedos mais elevados do mundo – as uvas são plantadas a mais de 1.500 metros do nível do mar, algumas chegando a mais de 3.000 metros. A altitude, o solo, o clima seco e as noites frias resultam em vinhos bem estruturados e intensos. As castas são Cabernet Sauvignon, Shyraz, Malbec e Tannat, mas a principal é a Torrontés, que produz vinhos brancos aromáticos e refrescantes.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Booking.com

Salta pode ser a capital da província, mas Cafayate (pronuncia-se Cafajate) é o destaque nesse mundo do vinho. A partir de Salta – onde fica o aeroporto Martín Miguel de Guemes, o mais próximo – é possível chegar em Cafayate por dois caminhos: a rota 68, mais rápida, que passa pela Quebrada de las Conchas, também conhecida como Quebrada de Cafayate; e as rotas 40 e 33, que passam pelo Parque Nacional de los Cardones e pela Quebrada de las Flechas. Fizemos os dois percursos, indo pela rota 68 e voltando pela outra. É possível fazer os dois caminhos no mesmo dia? Não aconselho, vai ser uma viagem longa e corrida e você não vai curtir os locais como se deve.

Veja mapa da região

Quebrada de Las Conchas, em Cafayate

Quebrada de Las Conchas, rota cênica que liga Salta a Cafayate. Foto: Amazonas e Mais

Quebrada de Las Flechas, em Cafayate

Quebrada de Las Flechas, outra rota cênica. Foto: Amazonas e Mais

Com quase 200km, a Rota 68 é asfaltada e bem sinalizada. São cerca de 3h de carro, que podem se transformar em bem mais diante da beleza da estrada. É um pecado percorrer a Quebrada de las Conchas – uma reserva natural com incríveis formações rochosas – sem fazer as paradas quase obrigatórias do meio do caminho. E são muitas.

Ao se aproximar de Cafayate, a paisagem muda e os parreirais passam a dominar o cenário, antes semi-desértico. Simpática cidade com pouco mais de 12 mil habitantes, Cafayate merece pelo menos dois dias para explorar seu casario colonial, visitar as bodegas e experimentar os vinhos de altitude.

Apesar de pequena, tem seu charme. A arquitetura colonial está presente nos prédios antigos que cercam a praça principal do vilarejo. É aqui que se encontram diversas lojas e restaurantes, onde é possível experimentar algumas das delícias saltenhas, como as empanadas e humitas, e os saborosos vinhos da região. A Catedral Nuestra Señora del Rosario fica defronte à praça. Foi construída em 1885 e é uma das poucas igrejas da América do Sul que preserva suas cinco naves originais. No seu interior tem a estátua de Nossa Senhora sentada, conhecida como ‘La Sentadita”.

Também vale uma visita ao Mercado Central, com o variado artesanato local em peças de cerâmica, prata e tear. Outra atração da cidade é o Museu de la Vid y Vino, onde você aprenderá tudo relacionado à produção local. Tem uma loja de vinhos com rótulos de praticamente todas as vinícolas da região.

Segunda região produtora de vinhos da Argentina – só perde para Mendoza, Cafayate ter cerca de 30 vinícolas. Algumas delas ficam próximas ao centro da cidade e outras só dá para ir de carro (muitas pessoas também fazem o percurso de bike). Entre as que merecem uma visita estão a Vasija Secreta – a mais antiga da região e a Bodega El Esteco, que tem um belo hotel e um bom restaurante; a Bodega Nanni, uma das mais tradicionais e que oferece vinhos biológicos; San Pedro de Yacochuya, que produz alguns dos melhores rótulos da região; e Piatelli Wineyards, também famosa por seu restaurante.

A Catedral Nuestra Señora del Rosario, em Cafayate.

A Catedral Nuestra Señora del Rosario, em Cafayate. Fotos: Amazonas e Mais

Praça principal de Cafayate

Centro de Cafayate, em Salta

Bares e restaurantes ao redor da praça.

Centrinho charmoso.

San Pedro de Yacochuya, em Cafayate

A vinícola San Pedro de Yacochuya

Entrada do restaurante da El Esteco.

Centrinho charmoso de Cafayate.

Restaurantes para experimentar as delícias saltenhas.

Artesanato local.

Cactos, vinhedos e montanhas.

Entrada da vinícola San Pedro de Yacochuya.

Vinícola Piatelli

Bodega El Esteco

Vinícola San Pedro de Yacochuya.

 

Como chegar

O aeroporto mais perto de Cafayate é o Martín Miguel de Guemes, em Salta. Os voos para Salta são operados pela Latam e Aerolíneas Argentinas. Há voos saindo do Aeroporto Internacional de Ezeiza e outros do Aeroparque Jorge Newbery. Para quem pernoitar em Buenos Aires a melhor opção é o Aeroparque, mais central.

 

Onde ficar

Com hotéis para todos os bolsos, entre os bem avaliados está o Villa Vicuña Wine & Boutique Hotel, com estilo tradicional argentino; o Casa del Sol Cafayate; Hostal Andino; Portal del Santo e Hotel Asturias.

Se o orçamento permitir tente ficar no elegante Pátios de Cafayate, um casarão colonial do século 19, da bodega El Esteco. Se não der, vale tentar almoçar ou jantar no restaurante do hotel, La Rosa, mas faça reserva com antecedência.

Para quem quer se hospedar no meio dos vinhedos, na área mais rural, há o Grace Cafayate, o La Casa de la Bodega Wine Boutique Hotel, o Altalaluna Hotel Boutique & Spa e o Castillos de Cafayate.

 

Onde comer

Entre os restaurantes sofisticados de Cafayate estão La Rosa, do hotel Pátios de Cafayate, e o Piatelli Winery. Se você quer uma cozinha mais despretensiosa, tem o Bad Brothers Wine Experience. Faça reservas.

Restaurante Bad Brothers Wine Experience.

 

 

 

Vai viajar?

Reserve seu hotel agora no booking.com. Em alguns casos, a sua reserva pode ser cancelável (Confira as regras) - CLIQUE AQUI

Aluguel de carros no Brasil e no exterior - CLIQUE AQUI

Passagens aéreas e pacotes para sua viagem - CLIQUE AQUI

One thought on “Argentina: Conheça Cafayate e o mundo dos vinhos de altitude”

  1. Maria da Graça Guedes Halinski disse:

    Lugar MARAVILHOSO pretendo conconhecer .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com