09/08/2020

Roteiro por Sirmione: castelo, praias e ruínas romanas no Lago di Garda

 Castelo Scaligero, em Sirmione

O Castelo Scaligero, na entrada de Sirmione. Fotos: Tereza Cidade/Marcos Santos

Sirmione é uma das cidades mais lindas e interessantes do Lago di Garda, na Itália.  Localizada ao sul do lago, tem praias, castelo, ruínas romanas, águas termais com propriedades terapêuticas e um centro histórico lindinho. Não é à toa, portanto, que é conhecida como a pérola do Garda.

Aqui abro parênteses para falar desse lago, o maior da Itália com 370 km² de superfície. Fica localizado ao norte do país, entre as regiões de Trentino, Vêneto e Lombardia. É cercado por cidades pitorescas e perfeito para ser percorrido de carro em um roteiro de dois a cinco dias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Booking.com

Sirmione é uma vila bem antiga. Já foram encontrados vestígios humanos que datam de 5 ou 6 a.C. O centro histórico tem ruas sinuosas, casario com flores na fachada e muitos restaurantes, lojinhas de artesanato e gelaterias, algumas com de mais de 50 anos de tradição na fabricação de sorvetes. É claro, não dá pra sair de lá sem experimentar um gelatto.

Apenas moradores e hóspedes de hotéis podem entrar com veículos na área do centro histórico. Logo na entrada da vila há um policial que controla o acesso. Você precisa mostrar sua reserva de hotel para que ele libere a passagem do veículo. Há estacionamentos pagos na entrada da cidade.

A Rocca Scaligera é a ponte medieval que dá acesso ao centro histórico. Logo na entrada há o Castelo Scaligero, um dos mais bem preservados da Itália. Foi construído entre os séculos XIII e XVI pela família Della Scala e utilizado na defesa da cidade e como uma espécie de alfândega do porto. Tem uma torre de 37 metros de altura que proporciona uma bela vista do lago e da cidade.

O castelo tem fama de mal-assombrado. Conta a lenda que há muito tempo um casal apaixonado, Ebengardo e Arice, habitava o castelo. Numa noite de tempestade, um cavaleiro pediu abrigo. Ebengardo acolheu o desconhecido, que se encantou com a beleza de Arice. À noite, ele invadiu o quarto da jovem, que começou a chorar e gritar por socorro, sendo esfaqueada. Ebengardo correu para o quarto, mas já encontrou sua amada sem vida. Nas noites de tempestade, há quem jure que ele pode ser visto ao redor do castelo chamando por Arice.

 

Praias e Grotte di Catullo

Fantasmas à parte, bem próximo às ruínas do castelo há uma pequena praia de pedras com águas cristalinas, a Spiaggia delle Muse, com uma bela visão do lago. A partir daí, percorra a Passegiata Panoramica, a melhor área para apreciar o pôr do sol, sentado em um dos bancos do caminho e dividindo o espetáculo com cisnes e patos. Caminhe até a Lido delle Bionde, a praia das loiras, com águas cristalinas e restaurante de frente para o lago.

Centro histórico de Sirmione.

Centro histórico de Sirmione.

Grotte di Catullo, em Sirmione

Grotte di Catullo, ruínas da maior vila romana ao norte da Itália.

Passegiata Panoramica, em Sirmione

Passegiata Panoramica, a melhor área para apreciar o pôr do sol em Sirmione

A igreja de San Pietro in Mavino, em Sirmione

A igreja de San Pietro in Mavino, em estilo românico.

Outra das principais atrações da cidade é a ‘Grotte di Catullo’, ruínas da maior vila romana ao norte da Itália. Paredes de pedra, arcos, colunas ficam dentro de um sítio arqueológico com mais de dois hectares, por onde se espalham mais de 1500 oliveiras. Essa composição forma um cenário incrível, com uma vista única da parte sul do Lago di Garda e da Spiaggia Giamaica (praia Jamaica), e dá uma ideia de como os romanos ricos curtiam as férias.

Depois de visitar a Grotte di Catullo, dê um pulo na pequena igreja de San Pietro in Mavino, em estilo românico, dedicada ao apóstolo Pedro. Afastada do centro histórico e cercada por jardins e oliveiras, o ambiente transmite uma sensação de calma .

A vila também tem agradáveis parques públicos, alguns com vista panorâmica para o lago. Aproveite para passear pelo Parco Don Lino Zorzi; Parco Tornelleri, na parte mais alta; e o Parco Maria Callas, em homenagem à cantora lírica que morou em Sirmione entre 1950-1959.

 

Águas termais e passeios de barco

Após as caminhadas pela cidade, é hora de desfrutar das águas termais de Sirmione, famosas por suas propriedades terapêuticas. Em alguns pontos as águas chegam a 70 graus. A estância termal Terme di Catullo, no cento histórico, é muito procurada. Há diversos tipos de ingresso para as termas, de dia inteiro até com 1h de duração.

Depois de curtir todos os encantos de Sirmione, há a opção de fazer um passeio de barco pelo lago. Pode contratar o serviço com empresas que ficam na Piazzalle Porto, antes de entrar no centro histórico. Combine o preço e o tempo de duração.

A empresa de Navigazione Lago di Garda opera com embarcações para outras cidades ao redor do Lago de Garda. Há dois tipos: Aliscafo são barcos rápidos e transportam somente pessoas, e os  Traghetto, mais lentos, também transportam veículos.

 

Como chegar

Os aeroportos mais próximos ficam em Milão, Veneza e Verona. Para chegar na cidade é preciso alugar um carro ou ir de trem para as cidades mais próximas, Desenzano ou Peschiera del Garda. Horários e preços do bilhete no site TrenItalia.

O ônibus Linea 26 (BS)  faz o percurso Verona-Peschiera-Sirmione-Desenzano. Consulte horários em www.arriva.it.

Sirmione está a 140km de Milão e 40km de Verona.

 

Veja fotos de Sirmione:

Sirmione, no Lago di Garda

Sirmione, Lago di Garda, Itália

Sirmione, Lago di Garda, Itália

Sirmione, Lago di Garda, Itália

Sirmione, Lago di Garda, Itália

 

 

 

Obs: Proibida a reprodução de textos e fotos.

Vai viajar?

Reserve seu hotel agora no booking.com. Em alguns casos, a sua reserva pode ser cancelável (Confira as regras) - CLIQUE AQUI

Aluguel de carros no Brasil e no exterior - CLIQUE AQUI

Passagens aéreas e pacotes para sua viagem - CLIQUE AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com