Festival de Cirandas de Manacapuru começa no dia 29 de agosto

Começa no dia 29 de agosto o 18º Festival de Cirandas de Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus), na arena do Parque do Ingá (Cirandódromo). A expectativa é de receber 60 mil visitantes, segundo os organizadores, nos três dias de festa.

ciranda

Nas apresentações das cirandas são avaliados itens individuais e coletivos.

Cada dia tem apresentação de uma ciranda. A Ciranda Tradicional abre o festival na sexta-feira (29/08/2014), às 21h, com apresentação do tema “Sonhos Sonhados, Manacapuru Festival Encantado”. A proposta é levar o público para o universo dos contos de fadas, com personagens da literatura infantil mundial, como Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve e Peter Pan. O sambista Dudu Nobre é a atração musical dessa noite.

No sábado (30/08) é a vez da ciranda Flor Matizada, que traz para o Parque do Ingá o tema “Rio Amazonas, o roteiro da vida silvestre”. Serão mostrados para o público a força do rio, suas origens e lendas, e o famoso encontro das águas dos rios Negro e Solimões, com enfoque ambiental. A cantora Anita faz o show da noite.

Encerrando o festival no domingo (31/08), a Guerreiros Mura traz para a arena “Bravos índios Mura: Das lutas à vitória, a consagração dos guerreiros cirandeiros”. Os cirandeiros vão contar a história da tribo que dá nome à agremiação, mostrando a rivalidade entre as tribos Mura e Mundurucu. A dupla sertaneja Maria Cecília & Rodolfo encerra o festival.

O Festival de Cirandas de Manacapuru acontece todos os anos no mês de agosto. O evento é promovido pelas Cirandas Grêmio Recreativo Flor Matizada, Associação Folclórica Unidos dos Bairros – Tradicional, e Grupo Recreativo e Folclórico Guerreiros Mura. O 1° Festival competitivo foi promovido em 1997, quando a brincadeira ganhou status de manifestação folclórica.

Na terça-feira (02/09), é a apuração de pontos, também na arena. Em 2014, a vencedora do festival foi a Guerreiros Mura.

Ingressos

Apenas mil ingressos serão colocados à venda na arquibancada especial para o Festival de Cirandas de Manacapuru. Os demais lugares estarão liberados. O ingresso, além de ficar em localização privilegiada durante a apresentação das Cirandas, dará direito a uma cortesia de acesso ao Front Stage durante as atrações nacionais. O valor para cada noite é de R$ 70 meia entrada (R$ 140 inteira). O passaporte para as três noites custa R$ 150 meia entrada (R$ 300 inteira). Os ingressos já estão à venda na loja Novo Mundo, localizada na avenida Boulevard Pedro Rates, Centro de Manacapuru e em Manaus na Ben Marketing, rua Carlos Lacerda, conjunto Celetramazon, Adrianópolis.

 

Entenda o Festival de Cirandas

A cada ano, as cirandas escolhem um tema para desenvolver na arena. A apresentação dura no mínimo 2h e no máximo 2h30. Um corpo de jurados avalia a apresentação e os itens individuais e coletivos, atribuindo notas que, somadas, indicam quem é a ciranda vencedora do ano.

 

Itens avaliados

Porta Cores – Nome da cirandeira que sustenta o estandarte, onde se destacam os símbolos referentes ao tema e as cores da ciranda.

Cirandeira Bela – Nome da cirandeira mais bonita da ciranda, personagem que representa a dança e a beleza dos cirandeiros de Manacapuru.

Cantador – O vocalista que tem a responsabilidade de cantar e interpretar as cirandadas criadas para a apresentação.

ITEM CIRANDEIRA BELA (THALITA BASTOS)

Cirandeira bela, representante da graça e beleza.

Apresentador – É uma espécie de Mestre de Cerimônias que apresenta a ciranda ao público e aos jurados. De acordo com o tema desenvolvido, o apresentador encarna alguma personagem para dar mais originalidade ao espetáculo.

Cordão de Cirandeiros – É o item mais importante da Ciranda. A responsabilidade pela apresentação, entretanto, recai não só sobre os cirandeiros, mas também sobre os artistas de indumentária e coreógrafos, exigindo sincronismo dentro e fora da arena, desde a concepção até a execução.

Cordão de Entrada – É o primeiro cordão de cirandeiros a dançar na arena, em que prenuncia o espetáculo que está por vir, com fantasias e coreografias específicas. Formado pelos cirandeiros mais experientes de cada agremiação, o Cordão de Entrada tem grande participação no contexto do espetáculo.

Tocada ou Tocata da Ciranda – É o agrupamento de vozes e instrumentos musicais como percussão, instrumentos de corda, metais e eletrônicos que irão formar a base para o desenvolvimento musical da Ciranda na arena.

Alegorias – São elementos cenográficos espetaculares que se agigantam, principalmente quando passam a fazer parte do show. Algumas estruturas alegóricas se movimentam ganhando vida através das mãos dos artistas, evoluindo juntamente com todo o conjunto folclórico. Essas estruturas chegam a medir 20 metros de altura e são concebidas de acordo com a temática abordada.

Fantasias de Destaques – Confeccionadas com materiais sintéticos, as fantasias dão uma movimentação e um colorido especial ao espetáculo. Elas são elaboradas para compor o conjunto folclórico na arena dentro do contexto geral, mas não fazem parte dos cordões de cirandeiros.

Cirandada (letra e música) – música eleita para representar um momento que esteja ligado a temática desenvolvida, primando pelo ritmo inerente as Cirandas de Manacapuru, devendo a mesma cumpri os parâmetros de construção poética e musical.

Harmonia Geral – agrupamento de ações que possam conduzir a ciranda a expor suas ideias dentro de um tempo determinado de forma harmoniosa, englobando todos os elementos participantes da apresentação.

Criatividade e originalidade – ações que possam expressar a temática defendida por cada agremiação no campo criativo e original.

Tema e desenvolvimento – reunião de todas as ideias dispostas de forma organizada, concebidas para o fiel desenvolvimento da temática defendida por cada agremiação, contendo todo o embasamento teórico. Ffunciona como roteiro para a execução do tema na arena, devendo existir coerência entre a parte escrita e a apresentação.

 

Como chegar:

Para chegar a Manacapuru pegue a rodovia Manoel Urbano (AM-070). O município fica a 84 quilômetros de Manaus.

 

Leia também:

Festival de Cirandas de Manacapuru começa dia 28 com apresentação da Guerreiros Mura

 

4 thoughts on “Festival de Cirandas de Manacapuru começa no dia 29 de agosto”

  1. Nichard Gomes E disse:

    Eu já fiz parte do cordão de duas das cirandas do festival, Guerreiros Mura e Flor Matizada, em 2000 e 2001, foi uma realização muito importe na minha vida gosto muito de ciranda em especial de Manaca pois sou natural de Manacapuru, Tento ir todos os anos, infelizmente alguns deixei de ver mais ainda curto quando não vou vejo pela tv amazonsat canal 44.1 Hd aqui em Manaus.Quero deixar aqui meus agradecimentos por ter feito parte dessa incrível e fantástico festival de cirandas em que se apresentam, Tradicional, Guerreiros Mura e Flor Matizada na Cidade de Manacapuru. Ate la!!!!!!!!

    1. Evander lemos disse:

      como faço pra fazer parte do cordão de cirandeiros ?

      RESPOSTA
      O cordão de cirandeiros é formado por frequentadores dos barracões das cirandas e que se dispõem a participar dos ensaios.

  2. Jardis Cassiano disse:

    É triste que uma das maiores representações culturais de Manacapuru, esteja se perdendo, sem apóio do governo, nesse ano de 2016, a ciranda terá uma apresentação inferior à dos anos anteriores.

  3. Nelly disse:

    Eu queria saber quando vai ser mesma o dia certo do festival da ciranda e quais são as atrações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *