16/05/2022

Ushuaia, a ‘Cidade do Fim do Mundo’: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

Ushuaia, a 'Cidade do Fim do Mundo: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

Ushuaia ganhou fama como a cidade do fim do mundo. Na foto, placa na área portuária. Foto: Amazonas e mais.

Ushuaia, capital da província da Terra do Fogo, é conhecida como a ‘Cidade do Fim do Mundo’, por se autodenominar a cidade mais austral do planeta (há controvérsias já que Puerto Williams, no Chile, também está na briga pelo título).

Embora seja a capital da Terra do Fogo – que recebeu esse nome na época em que navios estrangeiros passavam pela ilha principal e avistavam as fumaças de fogueiras de povos nômades -, Ushuaia está mais para a terra do gelo. A proximidade da Antártida, distante pouco mais de 1000 km, torna a cidade uma das mais frias da Argentina. A temperatura média anual é de 6ºC, podendo chegar a extremos de -20ºC no inverno.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Booking.com

A província da Terra do Fogo foi habitada pelo homem há milhares de anos, mas a colonização europeia começou a partir de meados do século XIX. Missionários interessados na catequização dos indígenas se estabeleceram na região. Anos depois, a aculturação e as epidemias trazidas pelos colonizadores dizimaram os povos originais.

Na primeira metade do século XX, a cidade cresceu com a instalação de um grande presídio, que foi desativado em 1947. Atualmente, Ushuaia é um importante polo turístico da Argentina, que atrai cada vez mais turistas interessados no ecoturismo e aventura.

O destino também é a porta de entrada para excursões à Antártida, que ocorrem entre outubro e abril.

Ushuaia, a 'Cidade do Fim do Mundo: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

Painel situado no porto, muito procurado para fotos. Foto: Amazonas e Mais.

Ushuaia no inverno

Ushuaia é um destino perfeito para os apaixonados por esportes de inverno. Entre junho e agosto, as temperaturas ficam entre 2ºC e -20ºC e os ventos frequentes aumentam a sensação de frio. Nesse período, as atrações são a estação Cerro Castor, para a prática de ski e snowboard; e os passeios de trenó puxados por huskies e de motos de neve.

Ushuaia no verão

O melhor período para visitar Ushuaia é no verão, que vai de dezembro a fevereiro, quando o clima é mais agradável para as atividades ao ar livre. Nesse período, a temperatura média fica entre 10º e 12ºC, além de contar com quase 17h de luz. As atrações principais são os pinguins da Isla Martillo e o passeio ao Parque Tierra del Fuego.

 

O que fazer em Ushuaia

No centro de Ushuaia visite os Museus do Fim do Mundo e Marítimo localizados no prédio do antigo presídio, com um rico acervo de peças que contam toda a história da região e também de seus povos. Também não deixe de conhecer a Galeria Temática e a Praça Ilhas Malvinas, que tem um monumento em homenagem aos mortos na guerra.

Outros pontos turísticos muito visitados são as placas ‘Ushuaia Fim del Mundo’, localizada no porto da cidade, e o painel com o nome Ushuaia, também no porto, próximo ao Casino.

Canal de Beagle

O Canal de Beagle banha a cidade de Ushuaia, separa a Argentina e o Chile, e liga os oceanos Atlântico e Pacífico entre as ilhas do Arquipélago da Terra do Fogo. É também conhecido como Estreito de Beagle e recebeu esse nome por conta do navio HMS Beagle, que fez expedições pela área do canal, levando exploradores como Charles Darwin.

Com um relevo acidentado, que combina montanhas cobertas de neve com áreas verdes e o azul da água, o Canal ficou conhecido pela exuberância da sua vida animal. É moradia de aves e leões marinhos. No verão, os pinguins ocupam a ilha Martillo (Pinguinera) para reprodução.

A partir do porto de Ushuaia há excursões de barco que duram cerca de 3 horas pelo canal. Há vários tipos de roteiros e embarcações, e o que inclui a Pinguinera geralmente é o mais caro e demorado.

Nesses passeios de barco não há contato direto com os animais. As embarcações param próximo das ilhas – em alguns passeios é permitido fazer trilhas – apenas para observação e fotos. Os locais mais visitados do canal de Beagle são a Ilha dos Pássaros, com abundância de aves; a Ilha dos Lobos-Marinhos; a Ilha Martillo, onde ficam os pinguins no verão; e o Farol Les Eclaireurs, conhecido como o Farol do Fim do Mundo e um dos cartões postais de Ushuaia; e a Ilha H, onde embarcações aportam para caminhadas.

Museus do Fim do Mundo e Marítimo. Foto: Amazonas e Mais.

O Farol do Fim do Mundo, em Ushuaia

O Farol do Fim do Mundo. Foto: Amazonas e Mais

Lobos marinhos no Canal de Beagle, em Ushuaia

Lobos marinhos no Canal de Beagle. Foto: Amazonas e mais

A Pinguinera, em Ushuaia

A Pinguinera é visitada pelos pinguins no verão, para reprodução. Foto: Amazonas e Mais

Parque Tierra del fuego

O Parque Nacional Tierra del Fuego fica a 12 km do centro de Ushuaia. É um lugar para contemplar a beleza das paisagens, fazer trilhas, observar as florestas de lengas (árvores nativas) e lagos cristalinos.

É cortado pelo Canal de Beagle. A visita é possível o ano inteiro, mas a temporada ideal é de fins de outubro até abril, quando o clima está mais ameno e conta com até 17 horas de luz.

Entre os pontos interessantes do parque estão a Ensenada, Baía Lapataia (uma placa marca o final da Ruta N3, parte da rodovia Panamericana que liga o Alasca ao extremo da América), Laguna Verde, Lago Roca, Laguna Negra, Castonera e trilha Senda Costera.

 

Trem do Fim do Mundo

Outra atração de Ushuaia é o Trem do Fim do Mundo, que começou a funcionar em 1909 com a principal função de transportar os presos do presídio para a área onde eram realizados serviços como extração de árvores dos bosques para usar como lenha.

O trem foi desativado em 1952, pouco tempo depois do fechamento do presídio, em 1947. Ele ficou fechado por 43 anos, até 1995, quando a empresa Tranex Turismo colocou em funcionamento uma réplica do trem dos presos. O Trem do Fim do Mundo funciona todos os dias do ano, mesmo em temporadas de neve.

O embarque é na Estação do Fim do Mundo, cerca de 8km do centro de Ushuaia. O percurso, com duração de 1 hora, tem uma parada de 15 minutos na Estação Cascata La Macarena, onde é possível vislumbrar uma réplica de um assentamento Yámana – uma das tribos indígenas que habitavam a região – e observar do alto de um mirante o Vale do Rio Pipo.

Bahia Lapataia, Ushuaia

Placa na Bahia Lapataia marca o fim da Ruta Nacional Nº 3. Fotos: Amazonas e Mais

Bahia Lapataia, Ushuaia

As passarelas para os visitantes na Bahia Lapataia.

Trem del fim do mundo, em Ushuaia

Trem del fim do mundo. Foto: Divulgação

Estância Harberton. Foto: Divulgação

Passeio com trenó puxado por Huskies. Foto: Divulgação

Cerro Castor

O Cerro Castor é a mais conhecida estação de esqui de Ushuaia e oferece uma longa temporada de neve (de junho a outubro). Fica a 26 km do centro da cidade.

Possui 28 pistas de diferentes níveis, escola de esqui e 10 meios de elevação. Também oferece outras atividades como trenó, snowboard e caminhadas com raquetes de neve.

Estância Harberton

Monumento histórico nacional desde 1999, a Estância Harberton oferece lindas paisagens, além de hospedagem e restaurante. Abriga o Museu Acatushun de aves e mamíferos marinhos (são mais de 2800 espécimes de mamíferos e 2300 de aves empalhadas), e permite o acesso para a Isla Martillo, conhecida como Pinguinera, para contato mais próximo com os pinguins.

Valle dos Lobos

Nas proximidades de Ushuaia, o Valle de Lobos é um centro de atividades de inverno que oferece passeios de trenó puxado por cachorros da raça huskie, caminhadas com raquete de neve e passeios de moto na neve.

Glaciar Martial

O Glaciar Martial é uma geleira localizada no Cerro Martial, distante 7 km do centro da cidade Ushuaia e constitui a fonte de água potável mais importante da cidade. Durante os meses de inverno, no monte Glaciar Martial funciona um Centro de Esqui. Do teleférico, tem-se vista para o Glaciar, Ushuaia, Canal de Beagle e da Ilha Navarino, no Chile. Para chegar ao Martial há uma estrada asfaltada que chega até a base do teleférico.

 

Como chegar 

Há voos saindo de São Paulo para Ushuaia. O acesso à cidade é feito geralmente por avião devido a grande distância em relação às principais cidades argentinas como Buenos Aires (3.500 km), Córdoba (3.200 km) e Rosario (3.200 km).

 

Onde ficar

Por ser uma cidade turística, em Ushuaia é possível encontrar todos os tipos de hospedagem, das mais simples as mais luxuosas. O melhor lugar para se hospedar é no Centro, perto do porto turístico de onde saem as navegações para o Canal de Beagle e do comércio da Avenida San Martín, a principal de Ushuaia, perto também de bons restaurantes.

Quanto mais perto do porto, menos ladeira você vai precisar encarar já que a cidade não é plana e muitos hotéis ficam em morros.

Las Hayas Ushuaia Resort. Foto: Divulgação

Los Cauquenes Resort. Foto: Divulgação

Los Naranjos. Foto: Divulgação

Hotel Tierra del Fuego – Hotel tem vistas impressionantes para a montanha e o mar.

Hosteria y restaurante America – fica no centro e tem estacionamento privativo gratuito.

Las Hayas Ushuaia Resort – Hotel cinco estrelas. Tem spa, uma piscina coberta e uma banheira de hidromassagem. Fica a 3km do centro da cidade.

Los Cauquenes Resort – Outro hotel cinco estrelas fantástico. Tem vista panorâmica do Canal de Beagle e das montanhas. O Centro de Ushuaia fica a 15 minutos de carro do hotel.

Los Naranjos – Hotel três estrelas bem localizado.

Yaghan Hostel – Hostel bem localizado, a cinco minutos da Av. San Martin.

 

Onde comer

Ushuaia tem uma boa oferta de restaurantes e a gastronomia fueguina tem reconhecimento internacional. A especialidade local são o cordeiro patagônico na estaca e os produtos do mar, como a merluza negra e, principalmente a centolla — o caranguejo gigante que habita as águas frias da Terra do Fogo. A centolla geralmente é ‘pescada’ na hora, direto dos aquários dos restaurantes.

Paso Garibaldi Restobar

Especializado em frutos do mar e cozinha fusion. Fica no centro de Ushuaia

End: Rua Gobernador Deloque, 133

Kuar Restó&Bar

O Kuar tem duas unidades que oferecem ambiente convidativo e comida saborosa: o Kuar 1900, na Calle San Martin, e o Kuar Resto&Bar. Esse último é mais charmoso, com vista para o Canal de Beagle, fica um pouco distante do centro, na Calle Perito Moreno, 2232.

Isabel Cocina al Disco 

Comida tradicional argentina. Tem cordero patagônico, pescados, carnes e mariscos.

Tia Elvira Restaurante

Um dos mais tradicionais de Ushuaia. Indicado para experimentar a centolla e a merluza negra.

Prato de merluza negra na Tia Elvira.

Maria Lola Restó

É um dos mais procurados de Ushuaia. É especializado em carnes, pescados e mariscos. Fica no centro da cidade.

Bodegón Fueguino

A especialidade da casa é o famoso cordeiro patagônico. Fica na Avenida San Martin.

O cordeiro patagônico é assado na brasa lentamente.

 

Veja mais fotos de Ushuaia:

Fotos: Amazonas e Mais

Ushuaia, a 'Cidade do Fim do Mundo: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

Ushuaia, a 'Cidade do Fim do Mundo: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

 

Ushuaia, a 'Cidade do Fim do Mundo: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

Ushuaia, a 'Cidade do Fim do Mundo: dicas de atrações, restaurantes e hotéis

 

Leia também:

Vai viajar?

Reserve seu hotel agora no booking.com. Em alguns casos, a sua reserva pode ser cancelável (Confira as regras) - CLIQUE AQUI

Aluguel de carros no Brasil e no exterior - CLIQUE AQUI

Passagens aéreas e pacotes para sua viagem - CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com