05/03/2021

Verona: o que fazer na bela e romântica cidade de Romeu e Julieta

Verona: o que fazer na bela e romântica cidade de Romeu e Julieta

Verona tem belas praças, como a Piazza dei Signori (ou Praça dos Senhores), também chamada Piazza di Dante por conta da estátua de Dante Alighieri. Fotos: Amazonas e Mais

Entre as mais prósperas cidades da Itália, Verona cultua seu ar romântico, imortalizado na obra de Shakespeare ‘Romeu e Julieta’. É uma cidade refinada, tranquila, com belos monumentos históricos. Fica localizada ao norte da Itália, na região do Vêneto, cerca de 500km de Roma.

Banhada pelo rio Adige, Verona foi declarada patrimônio da humanidade pela Unesco e é uma joia arquitetônica com mais de dois milênios, que teve seu apogeu na Idade Média. Foi uma das importantes cidades-estados italianas, governada pelos Scaligeri na época medieval.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Booking.com

O centro histórico é relativamente pequeno, podendo ser explorado a pé. O passeio pode começar pelo Castelvecchio, antiga residência dos Scaligeri, a família mais poderosa da cidade. O castelo tem uma ponte fortificada sobre o rio Adige (Puente Scaligero). A construção abrangeu um trecho da muralha da cidade dos séculos XI e XII e incorporou a Igreja de San Martino in Aquaro, do início da Idade Média, cujos restos ocupam a Piazza d’Armi. Por isso, inicialmente, o castelo era chamado de Castelo de San Martino. Somente com a construção de um novo castelo na cidade, o de San Pietro, no século XIX, passou a ser conhecido como Castelvecchio (Castelo Velho). É uma construção típica militar, com torres e ameias. Hoje, no local, funciona o Museo Civico di Castelvecchio, com um acervo de pinturas e esculturas da Idade Média até o século XVIII.

Depois é só seguir andando até a Piazza Brà com a monumental Arena, o terceiro maior anfiteatro da Itália. A estrutura, concluída em 30 a.C,. está em perfeito estado e hoje sedia o renomado festival de ópera de Verona. São 44 fileiras de assentos de pedra que acomodam mais de 20 mil pessoas. Com seus edifícios coloridos, a Piazza Brà é um dos locais mais movimentados da cidade com muitos restaurantes e barzinhos.  Outra atração do local é o Palazzo Barbieri, construção em estilo neoclássico que já abrigou a sede da administração municipal.

O Castelvecchio, antiga residência dos Scaligeri, a família mais poderosa da cidade. Fotos: Amazonas e Mais.

Ponte Scaligero em Verona

A Ponte Scaligero, uma das mais bonitas de Verona.

Arena de Verona

A Arena de Verona ainda é palco de diversos eventos, como o Festival de Ópera.

Piazza delle Erbe em Verona

Na Piazza delle Erbe, a Casa dei Mazzanti, com belos afrescos na fachada, e a fonte da Madonna de Verona.

Piazza Delle Erbe e Piazza dei Signori

Nos arredores, a Via Mazzini, só para pedestres, é a principal rua de compras da cidade. Caminhando por ela se chega a Piazza Delle Erbe, coração da cidade, circundada por cafés e prédios antigos e que se vê diariamente ocupada por barraquinhas vendendo frutas, legumes e souvenirs. Aqui fica a Casa dei Mercanti, construída em 1301, a Casa dei Mazzanti, com belos afrescos na fachada, e o Palazzo Maffei, construção barroca com seis estátuas de deuses no seu topo. Ao lado do Palazzo está outra construção barroca, a Torre del Gardello, do século XIV.

A praça tem outros monumentos bem interessantes: uma tribuna onde se liam os decretos medievais; a colona di San Marco, encimada por um leão alado chamado “Leone marciano”, símbolo da República de Veneza; uma bela fonte com a estátua romana conhecida como Madonna de Verona, o monumento mais antigo da praça; e a colonna del Mercato, uma coluna gótica com relevos da Virgem e dos Santos Zeno, Pedro e Christopher.

No lado leste da praça fica o Arco dela Costa, que dá acesso à Piazza dei Signori (ou Praça dos Senhores), também chamada Piazza di Dante, por conta da estátua de Dante Alighieri, autor do livro “A divina comédia”. A Piazza dei Signori é um dos pontos turísticos mais importantes de Verona. Suas construções da Idade Média abrigavam as famílias importantes. No seu entorno há belos edifícios como a Casa della Pietà, o Palazzo dei Giudice (antiga residência de juízes), a Loggia del Consiglio e o Palazzo del Comune ou della Ragione com a Torre dei Lamberti. Do alto dos seus 84 metros de altura, acessados por elevador, tem-se uma bela vista da cidade.

Andando mais um pouco não deixe de apreciar a Ponte de Pietra, sobre o rio Adige, a mais antiga da cidade, e siga até o Teatro Romano e o Castel de San Pietro.

Próximo, fica o Portoni della Brà, uma porta medieval do século XIV com um relógio no alto.

A Casa dei Mercanti, construída em 1301, na Piazza delle Erbe.

A estátua de Julieta, em Verona

A estátua de Julieta, no pátio do Museu Casa de Julieta.

O balcão onde Romeu e Julieta teriam trocado juras de amor e o pátio lotado de turistas.

Shakespeare e Verona

Obra mais popular de Shakespeare, o drama de Romeu e Julieta tem como cenário a Verona do final dos anos de 1500. A obra é fictícia, mas essa aura romântica da cidade atrai milhares de visitantes, todos os anos. O filme “Cartas para Julieta”, lançado em 2010, reforçou ainda mais o mito romântico em torno de Verona, conhecida como a cidade dos namorados.

O fato é que o romance shakespeariano ganhou um cunho bem comercial na cidade, que tenta dar um viés de realidade à ficção. O Museu Casa de Julieta é um exemplo disso. Situada entre a Piazza dei Signori e a Piazza delle Erbe, a casa é atribuída à Julieta, da família Caputelo, sem nenhuma comprovação. A casa tem uma fachada pequena e as paredes que dão acesso ao pátio interno registram as juras de amor de milhares de apaixonados. O acesso ao pátio, onde há uma estátua em homenagem à personagem, é gratuito. Muitos acreditam que tocar o seio direito de Julieta é garantia de sorte no amor e na vida, por isso há uma fila enorme de turistas com a intenção de apalpá-la. Também há disputa por um flash no balcão da casa onde Julieta e Romeu teriam trocado juras de amor. Para ter acesso é preciso comprar a entrada para o Museu, que abriga móveis, objetos citados no romance de Shakespeare e figurinos utilizados nos filmes sobre Romeu e Julieta.

Na cidade há também a tumba de Julieta, onde ela teria sido sepultada. O local fica no convento de San Francesco al Corso. É possível comprar a entrada para o Casa e a tumba de Julieta conjugados.

Onde comer

Darì Restaurante & Enoteca – Perto da Arena, oferece um ambiente acolhedor e um cardápio à base de carnes e peixes. O chef se propõe a combinar as melhores experiências gastronômicas com sabores e aromas do passado.

La Canonica – Aposta na mistura da cozinha tradicional com a contemporânea.

 


Veja mais fotos de Verona:

Interior da Arena de Verona. Fotos: Amazonas e Mais

O lado gótico da Igreja de San Fermo, na parte de trás.

Igreja de San Fermo Maggiore e o lado românico.

Porta Leoni.

As paredes na entrada da Casa Museu Julieta.

Piazza delle Erbe.

A Colonna de San Marco, no canto, na Piazza delle Erbe.

Turismo em Verona

Torre dei Lamberti

Porta Borsari

Roteiro em Verona

Castelvecchio e ponte sobre o Rio Adige.

Interior do Castelvecchio.

 

O que fazer em Verona

Palazzo del Podestà, na Piazza dei Signori.

Tumbas dos Scaligeris.

 

Ruas de Verona.

O que fazer em Verona

Portoni della Bra

Via Manzzini

Vai viajar?

Reserve seu hotel agora no booking.com. Em alguns casos, a sua reserva pode ser cancelável (Confira as regras) - CLIQUE AQUI

Aluguel de carros no Brasil e no exterior - CLIQUE AQUI

Passagens aéreas e pacotes para sua viagem - CLIQUE AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com