Igreja da Matriz e arredores resgatam a beleza da Manaus Antiga

A Igreja Catedral de Nossa Senhora da Conceição foi tombada como patrimônio histórico do Estado. Fotos: Tereza Cidade

Quando alguém se remete à “Manaus de Antigamente” um dos espaços da capital amazonense mais lembrado é a Igreja da Matriz, também chamada de Catedral Metropolitana de Manaus Nossa Senhora da Conceição. Fica bem no Centro da cidade, área tombada como patrimônio histórico em 1988 pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e a mais antiga da capital amazonense.

A atual Igreja da Matriz foi inaugurada em 1878. Ela foi construída no mesmo local onde, anteriormente, estava a antiga Igreja de Nossa Senhora da Conceição, que foi destruída em um incêndio em 1850. Esta, por sua vez, teria sido construída no final do século 17, logo após a fundação da capital do Amazonas. Portanto, trata-se de um dos prédios mais antigos de Manaus.

Não há como não associar a Matriz com as praças das laterais. Em frente à escadaria que leva à Igreja fica a Praça Osvaldo Cruz, mais conhecida como Praça da Matriz. O destaque do local é o chafariz decorativo importado de Glasgow, Escócia. Tem 8,20 metros e é de ferro fundido, com vários elementos simbólicos.

O local é muito frequentado por populares que vão ao Centro, seja para apenas conversar ou namorar. As praças são um capricho urbano do século 19, cuja beleza paisagística foi construída gradativamente. Nesse esmero urbanístico, inclui-se a instalação de um Relógio Municipal, monumento histórico de Manaus, localizado ao redor da Praça.

Imensas árvores, de copas elevadas, margeiam a Igreja da Matriz. A beleza das árvores, muitas vezes, pode passar despercebida por quem anda apressado. Mas quem se dispõe a observar o local vai deparar com uma das áreas mais charmosas da cidade, com bancos, árvores frondosas, coretos e gramados.

O Relógio Municipal fica na área ao redor da Igreja.

As antigas construções hoje abrigam estabelecimentos comerciais.

O chafariz localizado na Praça Oswaldo Cruz.

Uma área bem arborizada cerca a igreja.

O interior da Igreja da Matriz com a imagem de Nossa Senhora da Conceição ao fundo, no altar.

As árvores frondosas ao redor da igreja são um abrigo do sol inclemente de Manaus.

A área que cerca a igreja.

A Igreja da Matriz é uma visita obrigatória, até mesmo por quem não é católico. O prédio tem inspirações neo-clássicas do final do século 19, muito comum no período de urbanização de Manaus naquele período. A Matriz já passou por diferentes fases de reforma e restauro. Atualmente, sua fachada é da cor branca  com detalhes em tons laranja.

A Igreja tem mobílias que despertam o interesse do visitante. Tem quatro altares em cada lateral e há dois púlpitos laterais no centro da nave central importados de Portugal.

Outro espaço de destaque da Igreja é Mausoléu dos Bispos, onde estão os restos mortais de Dom José Lourenço da Costa Aguiar, o bispo na época da fundação do prédio, Dom Milton Corrêa Pereira e Dom Jackson Damasceno Rodrigues.

 

Como chegar:

O acesso à igreja pode ser feito pela avenida Avenida Eduardo Ribeiro ou pela avenida Sete de Setembro, via escadaria.

 

Serviço:

Catedral Metropolitana de Manaus Nossa Senhora da Conceição

End: Praça Osvaldo Cruz, s/n – Centro

Tel: (92) 3234-7821 / (92) 98122-0821 / (92) 99127-6700

Horário de celebrações
Segunda: Ofício Divino, às 18h;

Terça: Missa, às 12h; Terço da Divina Misericórdia, às 15h; Terço Mariano, às 17h:30; Missa e novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, às 18h

Quarta: Missa, às 12h e 18h

Quinta: Missa, às 12h; Adoração ao Santíssimo, às 18h

Sexta: Missa, às 12h e 18h; Hora Santa Vocacional, às 17h30

Sábado: Ofício da Imaculada Conceição, às 18h; Missa, às 18h

Domingo: Missas às 7h30, 10h e 18h

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *