04/08/2020

Amazon Taboca Lodge: conheça a pousada exclusiva em um dos redutos do tucunaré

A pousada Amazon Taboca Lodge, reduto para a pesca de tucunaré

A pousada Amazon Taboca Lodge fica localizada no rio Juma, em Autazes, bem na entrada de um dos igarapés mais piscosos.

O rio Juma é um dos paraísos da pesca do tucunaré. O manancial, situado nos Municípios de Autazes e Careiro Castanho, atrai milhares de pescadores anualmente. São 47 pousadas, dentro e fora do rio, todas lotadas no auge da temporada. É por isso que pontos exclusivos, igarapés preservados, ganham destaque, caso do braço da pousada Amazon Taboca Lodge.

A pousada fica localizada nos confins do Juma, em Autazes, bem na entrada de um dos igarapés mais piscosos. A viagem até lá começa no Porto da Ceasa, no Encontro das Águas dos rios Negro e Solimões. Depois, já no porto do Careiro da Várzea, o hóspede embarca numa Van, até um ramal do paraná do Mamorizinho. É aí que ocorre o embarque na lancha do Taboca.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Booking.com

Toda a viagem percorre paisagens às quais brasileiros de outros Estados ou estrangeiros não estão acostumados. A vastidão de água, floresta, praias e igapós vai afunilando, o curso d’água serpenteando na floresta. As margens se aproximam e o viajante tem a sensação de estar num kartódromo, nos cotovelos construídos caprichosamente pela natureza.

O Amazon Taboca Lodge tem uma lancha equipada com motor 300hp, o que acelera bastante a viagem. São necessários, ainda assim, 15 minutos para atravessar da Ceasa para o Careiro, uma hora até o fim do ramal e hora e meia, no mínimo, até o hotel. Quase impossível lazer mais exclusivo e exótico que esse.

A pousada Amazon Taboca Lodge, reduto para a pesca de tucunaré

Conforto na hora do repouso

Atendimento vip

Um dos destaques da pousada é o atendimento. O piloteiro, que comanda a canoa, logo percebe o tipo de pescador com o qual está lidando. Fica calado, quando se trata de alguém experiente, e só se manifesta para apontar um ou outro ponto de arremesso. Orienta, no caso dos marinheiros de primeira viagem. É ele que, quando o peixe rareia, liga o motor e se desloca em busca dos tucunarés.

“A gente procura fazer o pescador se sentir em casa. Ele quer um bom barco, motores revisados, piloteiros experientes e cama confortável, em quarto com ar-condicionado. Fazemos comida caseira, sempre que possível com outro peixe típico do Juma, diferente, delicioso, que é o jaraqui. É esse nosso diferencial, além dos pontos de pesca que só nosso pessoal conhece”, afirma o proprietário, Davi Leite.

A “hora da boia” é outro destaque. Os piloteiros fazem o churrasco ou o peixe assado debaixo das árvores. Na hora combinada, a pescaria é interrompida e a mesa está posta. Redes são atadas para a soneca reparadora. É um autêntico cenário de sombra e água (ou cerveja) fresca.

Peixe assado? Jamais tucunaré. É ilegal, por legislação pioneira de Autazes, abater a espécime. Tornou-se “peixe símbolo” do Município.

Outra proibição, cumprida a ferro e a fogo, é de não uso de iscas vivas. “Facilita captura, mas vicia o peixe e dificulta pesca com isca artificial, que proporciona muito mais emoção para o pescador. Ela é válida para consumo, o que não é nosso caso. Aqui a ordem é divertir o hóspede-pescador”, enfatiza Davi.

A pousada Amazon Taboca Lodge, reduto para a pesca de tucunaré

Rio Juma exclusivo tem barcos modernos e piloteiros prontos para mostrar os melhores pontos de pesca, além de uma paisagem deslumbrante, como essa do porto da Amazon Taboca Lodge

“Hora da bóia”, debaixo das árvores, de um jeito bem amazônico

A rede preguiçosa pra deitar está disponível. É só pedir

Lotada

O Amazon Taboca Lodge tem um painel, na sala de refeições, com fotos de pescadores e maiores tucunarés capturados. Há exemplares de até 12kg – o recorde mundial é 14kg. “Aqui é proibido matar o peixe. É pegar, fotografar e soltar. Esse pesque-e-solte garante a temporada seguinte, sempre com qualidade e tamanho”, diz Davi.

O pescador, após encerrar o pacote, em torno de uma semana, geralmente deixa reservada a temporada do ano seguinte. E volta trazendo familiares e amigos, para desfrutar da novidade exclusiva. “As reservas iniciam antes do fim da temporada do ano anterior. A gente encerra, rigorosamente, dentro do prazo legal, que é 15 de novembro, quando começam acasalamento e desova do peixe. Estamos negociando com autoridades de Autazes, para estendermos mais, devido ao atraso na cheia do rio”, diz o proprietário.

A pousada Amazon Taboca Lodge, reduto para a pesca de tucunaré

A alegria do proprietário da pousada, Davi, é genuína. Ele nasceu e se criou na região.

Hóspedes da pousada e alguns dos grandes exemplares capturados nos arredores.

Pescadores levam os familiares e todos se divertem

 

Serviço

Amazon Taboca Lodge

Rio Juma

Reservas:

(011) 98612-5208/Henrique

(92) 9306-3720/Paula

Vai viajar?

Reserve seu hotel agora no booking.com. Em alguns casos, a sua reserva pode ser cancelável (Confira as regras) - CLIQUE AQUI

Aluguel de carros no Brasil e no exterior - CLIQUE AQUI

Passagens aéreas e pacotes para sua viagem - CLIQUE AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *