Palácio da Justiça: fotógrafos japoneses revelam a região de Tohoku em exposição

EXPO Tohoku FOTO Teisuke Chiba

A exposição segue até o dia 1º de outubro e é gratuita. Foto: Teisuke Chiba/Divulgação

A exposição “TOHOKU – Através do olhar dos fotógrafos japoneses” entra em cartaz no dia 30 de agosto, às 19h, no Centro Cultural Palácio da Justiça, no Centro, onde segue em exibição até o dia 1º de outubro, com visitação gratuita sempre de terça a sexta-feira, das 9h às 14h, e aos domingos, das 9h às 13h.

A exposição itinerante, que já passou por São Paulo e Curitiba, chega a Manaus trazendo 123 imagens de uma Tohoku (Região Nordeste do Japão) ainda não tão conhecida do grande público, divulgando o trabalho de nove fotógrafos individuais, de diferentes gerações e tendências, todos originários daquela área. São eles: Teisuke Chiba, Ichiro Kojima, Hideo Haga, Masatoshi Naito, Hiroshi Oshima, Meiki Lin, Masaru Tatsuki, Sendai Collection, Nao Tsuda e Naoya Hatakeyama. A curadoria é de Kotaro Iizawa, crítico de fotografia, nascido em Sendai em 1954 e formado pela Nihon University em 1977.

“A exposição não retrata tragédia. Revela o cotidiano e a arte daquela região do Japão, a tradição de Tohoku, exibida pelas lentes de fotógrafos japoneses. Ficamos felizes em receber esse apoio da Secretaria de Cultura para trazer a exposição para Manaus. Dessa forma, o público local poderá conhecer um lado mais belo daquela região fria, porém muito rica em cultura. A população de lá é muito trabalhadora e luta para sobreviver às adversidades”, destaca Sandra Nagase, assistente administrativa do Consulado Geral do Japão em Manaus.

A exposição é resultado da parceria entre o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, com o Consulado Geral do Japão em Manaus e Fundação Japão São Paulo.

História 

Situada na região nordeste do arquipélago japonês, Tohoku é dividida em seis províncias – Aomori, Iwate, Akita, Yamagata, Miyagi e Fukushima – ganhando visibilidade pública diante do grande terremoto que sofreu no dia 11 de março de 2011, acontecimento que foi divulgado por meio de fotos e vídeos, rapidamente retransmitidas pelos meios de comunicação de massa.

O sismo atingiu o grau 7 – a magnitude máxima da escala de intensidade sísmica da Agência Meteorológica do Japão – e causou danos substanciais ao país, incluindo a destruição de rodovias e linhas ferroviárias, assim como incêndios em várias regiões, e o rompimento de uma barragem. Aproximadamente 4,4 milhões de habitantes no Nordeste do Japão ficaram sem energia elétrica, e 1,4 milhão sem água.

Mas a exposição vai na contramão da tragédia amplamente divulgada e vai revelar, por meio de fotografias, o ambiente natural e cultural da região junto com seu povo e seu modo de vida, deixando de lado a proposta de documentar os danos ou a recuperação do local afetado.

Na mostra, fotografias tiradas nos anos 1940 estarão ao lado de imagens do presente. Com isso, apresentam as perspectivas pessoais dos fotógrafos, que representam passado, presente e futuro, introduzindo aspectos fascinantes de Tohoku para o mundo.

palaciao da justiça

O belo prédio do Centro Cultural Palácio Rio Negro fica atrás do Teatro Amazonas. Foto: Tereza Cidade

 

SERVIÇO

Exposição “TOHOKU – Através do olhar dos fotógrafos japoneses”  

Local: Centro Cultural Palácio da Justiça, avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro

Período: De 30 de agosto a 1º de outubro

Visitação: De terça a sexta-feira, das  9h às 14h, e domingos, das 9h às 13h

Entrada: Gratuita

Classificação Indicativa: livre.

Realização: Fundação Japão São Paulo, Consulado Geral do Japão em Manaus e Secretaria de Cultura do Amazonas

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>